ENVELOPES E SACOS NEUTROS DE CARBONO: A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA COMBATER AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

A mudança climática e os gases com efeito de estufa (GEE)
Os gases com efeito de estufa (GEE) são os gases que se encontram na atmosfera e mantêm o calor da terra, tornando-a habitável. No entanto, devido a actividade humana como a desflorestação e queima de combustíveis fósseis, nos últimos anos têm vindo a aumentar as emissões dos gases com efeito de estufa e sua concentração na atmosfera. Os cientistas na Conferência Internacional do Clima das Nações Unidas concluíram que este aumento do efeito estufa está a provocar o aquecimento global e mudança climática, com consequências potencialmente graves para o ambiente.

Hoje, as emissões de GEE e mudanças climáticas tornaram-se no problema ambiental de maior preocupação a nível mundial.
Volume de carbono
Sendo o CO2, o principal gás de efeito estufa, considerar-se-á volume de carbono "a totalidade de gases com efeito de estufa (GEE) emitida pelo efeito directo ou indirecto de um indivíduo, uma organização, evento ou produto".

Hoje em dia está a aumentar a sensibilidade, existente na nossa sociedade para medir e limitar o nosso impacto no meio ambiente e uma das medidas mais utilizadas é calcular o volume das emissões de carbono. Uma vez calculado, é possível implementar uma estratégia para reduzi-lo.
O que é o ISO 14064-1?
Uma actuação ambiental e social responsável exige rigor e, por isso, se realmente quer saber o volume de carbono de uma empresa, produto ou actividade, é fundamental que o cálculo seja feito de acordo com um padrão internacional para a comparação de dados e tendências ao longo do tempo. As normas ISO 14064 e ISO 14065 têm como objectivo dar credibilidade e garantia de comunicação das emissões de GEE e as declarações de gases com efeito de redução ou eliminação. As regras podem ser aplicadas a todos os tipos de GEES, não se limitam ao CO2.
A Tompla é o primeiro fabricante de envelopes em calcular o volume de carbono de acordo com a norma ISO 14064-1
A Tompla, como líder na produção e impressão de envelopes e como parte responsável no ambiente económico e social, decidiu tomar a iniciativa da gestão de emissões de GEE. Por isso a Tompla realizou exaustivas medições do volume de emissões de CO2 de todas as entradas dos seus processos de produção, tanto directas como indirectas, seguindo a metodologia da norma ISO 14064-1: papel, colas, tintas, plásticos janela, transporte, impressão, energia, deslocação dos funcionários, etc. A partir deste inventário global a Tompla desenvolveu uma metodologia única que lhe permite realizar com precisão cálculos sobre o volume de emissões de carbono de alguns dos nossos produtos.
A Tompla é o primeiro fabricante de envelopes em realizar auditorias ao volume das suas emissões de carbono
Para a Tompla a sua iniciativa para medir e compensar as emissões de carbono é muito importante, pelo que é necessário garantir que estas medições são feitas com todo o rigor cientifico actual.

A Tompla é também pioneira em contratar os serviços de uma empresa verificadora mundialmente prestigiada para auditar o volume das suas emissões de carbono e a sua metodologia para o cálculo nos seus produtos. Esta empresa Bureau Veritas, no seu relatório afirma que a Tompla desenvolveu uma "metodologia completa para o cálculo das emissões de carbono... Incluindo as da sua cadeia de fornecimento... Os dados de actividade do período fornecem uma estimativa fiável das principais fontes de emissões de carbono da Tompla, e está em conformidade com os princípios e os requisitos definidos na norma ISO 14064-1". "A Tompla utiliza um método fiável para o cálculo das emissões associadas com as exigências de cada cliente."

Realizar auditorias é a melhor garantia para nós e para os nossos clientes de que estamos no caminho certo, a melhorar gradualmente a nossa gestão das emissões de GEE.
O que é um envelope neutro de carbono?
A sólida metodologia desenvolvida pela Tompla, permite calcular com precisão o volume de emissões de carbono dos envelopes fabricados. Feito o cálculo dos kgs de CO2 emitidos, a Tompla compensa as emissões através da compra de créditos de carbono. Assim, o saldo líquido das emissões de GEE para aqueles envelopes é ZERO. O CO2 emitido é devolvido para ser reabsorvido pela terra.
Como compensa a Tompla as suas emissões?
A Tompla compensa as emissões de CO2 associadas à produção dos seus envelopes neutros de carbono através da compra de créditos de carbono, criado por meio da reflorestação. A reflorestação, através da fotossíntese, é uma forma natural e eficaz para absorver CO2 pelas árvores, fixando o carbono e libertando o oxigénio na atmosfera. A Tompla compra créditos de projectos de reflorestação certificados de acordo com o protocolo VCS (Voluntary Carbon Standard), como é o projecto-Uchindile-Mapanda Tanzânia. Como benefício adicional ao nosso desempenho, a compra desses créditos de carbono permite a esta área de África um desenvolvimento pela actividade de reflorestação, que apoiaremos. Este projecto irá transformar áreas degradadas em florestas sustentáveis gerando investimentos e empregos para a comunidade local e da protecção da fauna e flora. Uchindile-Mapanda Reforestation
Como pode ajudar a combater o aquecimento global?
Usando envelopes da Tompla começará a ter um balanço neutro nas suas emissões de CO2, com a plena certeza de que o cálculo das emissões de carbono e sua posterior compensação são auditados pelo Bureau Veritas.

Pose realizar-se tanto com envelopes de catálogo como com envelopes com impressão, até mesmo com o conteúdo do envelope.

Se o desejar, a Tompla pode apresentar uma certificação que garante o cálculo correcto e compensação do volume das suas emissões de carbono.

Além desta iniciativa contribui para a reflorestação e o desenvolvimento de povoações nas zonas desfavorecidas dos países em desenvolvimento.

Se a sua empresa já está a funcionar com um projecto de cálculo do volume de emissões de carbono (Carbon Disclosure Project), a Tompla pode participar na parte das emissões dos seus envios postais, com a total garantia e rigor acima descritos.